terça-feira, 22 de outubro de 2013


E O SOL ENTRA EM ESCORPIÃO!

o que isso significa além das tradicionais descrições sobre o signo de Escorpião?
Deixemos de lado as descrições e vamos entender melhor isso!

O Sol ilumina o signo em que está e tudo no céu nos chama para acordar a consciência. Isso significa que todas essas configurações escorpiônicas que estão acontecendo no mundo, essa limpeza profunda que está revolvendo as entranhas da terra estarão mais claras para a nossa consciência.
Talvez não vejamos coisas muito agradáveis, mas também existe a possibilidade de enxergar a capacidade de transformação, transmutação alquímica e a auto cura que Escorpião oferece, afinal, é com o veneno da serpente que se faz o soro. Mas primeiro é preciso pegar a serpente e ninguém vai pegar por nós!

O Sol não se dá bem em hipótese alguma nos domínios de Escorpião.
Primeiro porque o Sol é um princípio Masculino e Escorpião é um signo Feminino.
Na psique comum, mulheres de Escorpião ( e esse é um segredo da Astrologia ), gostariam de ter nascido homens. Elas se sentem expostas quando esse segredo é revelado. Existem exceções, mas é muito mais comum do que possamos imaginar. Por isso mesmo, mulheres de Escorpião podem ter problemas com a mãe, principalmente antes da maturidade. Não é que a maturidade mude alguma coisa, mas é que acabamos por nos render e nos formatar às condições que a vida impõe. Aí a mulher de Escorpião acaba tendo uma relação razoável com a mãe. Também não é regra, tudo depende de outras configurações no mapa natal, mas são raras as exceções. Se uma mulher de Escorpião disser que adora a mãe, ou é porque faltou o pai e nesse caso ela enxerga a mãe fazendo o papel masculino, ou é por outras configurações no mapa.
Mas é fundamental aproveitarmos esses 30 dias em que o Sol desce para os subterrâneos do reino de Hades, para enxergar o que há lá, e assim descobrirmos e acolhermos nossa sombra.
E ao descobrirmos nossa sombra, nos daremos conta da sombra da humanidade. Talvez não seja confortável ver o que a mente humana está fazendo nesse planeta, mas sem enxergar não há como transformar.

O episódio dos beagles, gerou tanta polêmica que OBRIGOU aqueles que nunca pensaram na barbárie que é ser carnívoro, a pensar nisso.
Esse é uma assunto tão importante não só no âmbito do Brasil, mas planetário, a ponto de o mundo estar se dividindo entre carnívoros e não carnívoros, obrigando a indústria de alimentos a se rever, pois nos últimos dois anos milhões de pessoas passaram a ser vegetarianas, principalmente após 12 de Dezembro de 2012, quando a Luz inundou o planeta. O Sol em Escorpião é um processo muito parecido, mas mais difícil, pois tudo o que confrontaremos é nosso próprio ego. É quando a Luz do Sol ilumina a obscuridade que reinava em nossa consciência.

Essa é a função de Escorpião e o acontecimento é puramente escorpiônico. Você pode perguntar: " mas o Sol não estava em Escorpião quando o episódio dos beagles aconteceu".
Acontece que quando o Sol nasce todos os dias, antes de aparecer ele já ilumina a terra. Se antes do Sol nascer em Escorpião já tivemos episódios como esses, imagine-se a quando o Sol estiver no Meio do Céu no reino de Hades!
É um momento importante para humanidade os próximos 30 dias, quando muita consciência vai vir para o coletivo e agentes sombrosos serão expostos. Se conselho vale a pena, tenha coragem e olhe para si mesmo.
É acolhendo nossa própria sombra que podemos integrar a sombra coletiva!
Trinta dias de muita consciência para todos!
Coragem!
Maga.

sábado, 12 de outubro de 2013



O FATOR LIBRA NA HUMANIDADE

O Fator Libra na humanidade recebe um convite/intimação para comparecer ao Tribunal da Verdade. 

O Sol em Libra está enquadrado por Júpiter em Câncer: Zeus, ou Júpiter, o deus dos deuses coloca Libra contra a parede clamando pela racionalidade. Zeus é conhecido por seu amor para com a verdade.
Para piorar ou melhorar, Vênus, regente de Libra, entra em Sagitário, signo regido por Zeus, ou Júpiter e o signo da busca pela verdade.
Como essa Vênus recebe uma quadratura de Netuno, Libra continua renitente, tentando se esconder na ilusão. É uma tentativa de auto proteção, mas no momento em que compreender que a verdade liberta e alivia, as coisas entram nos eixos sem maiores traumas.

Essa é uma luta que se aloja em um lugar bem profundo do indivíduo, o cérebro reptiliano, que guarda crenças, ideias, ideais e paradigmas de contos de fadas, mentiras contadas durante séculos são confrontadas, as verdades cruamente expostas, e agora José?
Ninguém em sã consciência podeira esperar que no ascender das luzes da nova era, fosse possível continuar com as mesmas histórias que levaram a humanidade, o planeta e consequentemente toda a vida sobre a terra a um sofrimento indizível.

É importante ressaltar que tudo isso não são acontecimentos exclusivamente direcionado a librianos, eles são apenas os arquétipos onde as coisas ficam mais evidentes, esse é um fenômeno coletivo.
No entanto, frequentemente a humanidade se faz de boba, finge que não entende e o primeiro engano a ser desmontado é que a mentira tem pernas curtas. A verdade é que a mentira tem pernas tão longas que conseguimos mante-las durante séculos a despeito de fatos e evidências.

Não, Papai Noel não existe, é uma invenção da Coca Cola, podem avisar as criancinhas.
Final feliz não existe nesse plano de realidade, todos os finais são infelizes e o Final mesmo é a morte, experiência nada agradável, nem para quem passa, nem para quem assiste.

Casaram-se e tiveram filhinhos não é o final feliz, é aqui que os verdadeiros problemas começam.
Cada um de nós está irremediavelmente sozinho, pois aí nesse seu lugar interno, esse que é só seu, ninguém jamais vai entrar. Paradoxalmente, todos fazemos parte da dança e cada passo que cada um dá afeta toda a dança.
E a dança é com o Todo, não como par de vaso.
Não, o Ser Humano não é monogâmico, nunca foi durante toda a história da humanidade, ou temos mais honestidade em relação a isso ou continuaremos a tentar acorrentar pessoas como se a possuíssemos.
Esse é apenas o começo. Tudo tem que ser revisto.
Não dá vergonha olhar agora e ver o quanto fomos hipócritas?

Sob o aspecto das crenças religiosas, nos defrontamos com a figura do "ajudador". O ajudador é sempre uma figura mais iluminada, mais bem situada, mais sábia, mais evoluída, melhor colocada, sempre acima daquela a quem se ajuda. O ajudador pode ser o padre ou o político, o religioso, sempre sob a máscara do caridoso, o maior fake produzido na Era de Peixes, infantilizando e diminuindo humanos, seus iguais para deles tirar alguma vantagem, seja em espécie, seja em satisfação egoica, seja para conquistar um lugar no céu.
Muito confortável a posição de ajudador. O que ele não sabe é que ao agir assim, aciona naquele que ajuda um mecanismo também muito profundo, de conflito entre o ódio de estar nessa posição e a necessidade de ter gratidão por aquele que o está ajudando. Um dia, lá na frente, de forma também inconsciente, o ajudado vai se vingar.
Após 2.000 anos de cristianismo começamos a entender com mais profundidade as razões de tanto conflito na humanidade.

Nesse final de tempos, é fundamental que tenhamos a coragem de nos rever, de desafiar a nós mesmos e todas as crenças arraigadas. O espaço vazio liberado permite que a Luz da Consciência se instale. O processo não é tão rápido quando gostaríamos e antes que isso aconteça temos que nos ver nesse Vazio desconhecido e assustador que todos evitamos.
Fazer o que? Pular no abismo sem paraquedas é o pré requisito que o Universo exige:
Coragem e Confiança!

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

AQUÁRIO NO COLETIVO

Aquarianos, seu regente, Urano está em quadratura com Plutão e assim vai permanecer ainda por alguns anos. Você está adentrando no reino de Escorpião e essa profundidade pode assustar um pouco. A tendência é tentar deixar tudo " sob controle", só que essa é uma tentativa insana. O mais complicado quando nos referimos ao signo de Aquário, é que esse é o signo que mais tem consciência da nossa Unidade. Isso pode ser algo muito saudável mas pode ser muito nocivo, quando aquarianos resolvem ditar regras para todos, principalmente regras sociais e políticas. O resultado a supressão da liberdade individual, a ingerência na vida privada e a infantilização da população: Comunismo! A supremacia do Estado acima de toda e qualquer necessidade individual. E é exatamente isso que estamos vivendo desde que adentramos na Era de Aquário. A população cada vez mais sufocada sai para as ruas no mundo todo se insurgindo contra esse tipo de controle. O resultado é sempre a guerra e a violência, porque a Liberdade é o maior valor.
E a cada Era repete-se o mesmo paradigma: Aquário, sendo o signo que rege a liberdade transforma-se exatamente no fator da opressão.

Na vida pessoal o aquariano de uma forma geral procura sempre ser muito racional. A razão disso é que mesmo que de forma inconsciente, reconhece em si mesmo uma espécie de loucura histérica e o refúgio para isso é a extrema racionalidade. A figura do palhaço com uma lágrima no olho é a imagem que melhor expressa a condição aquariana. A lágrima é a dor que o aquariano sente pelo sofrimento humano, e isso é tão forte que ele parte a todo vapor para resolver os problemas do mundo.

Aquário tem dois regentes, Saturno e Urano.
Como Saturno está transitando em Escorpião e Urano em quadratura com Plutão, regente de Escorpião, o Universo está tentando frear esse ímpeto aquariano do controle já no começo da Era de Aquário. As manifestações que começaram no mundo é produto direto do alto brado das massas: Não, não viveremos sob o jugo nem sob as leis de ninguém.
A humanidade cresceu e não aceita mais papai e mamãe dizendo o que pode e o que não pode.
Existe uma radicalidade no futuro que se apresenta: ou viveremos em um mundo sem policiais e sem prisões arcando com a consequência de nossos erros e acertos como acontece na vida de qualquer adulto, ou viveremos todos dentro da prisão.
E o mundo está gritando que não quer viver na prisão.
Uma sociedade sem leis não é uma sociedade anárquica, é uma sociedade onde impera uma unica lei: A Lei da Consciência.
E existem centenas de maneiras de fazer isso, podemos inclusive aprender com os índios e com os xamãs, entre as inúmeras possibilidades que se apresentam.
Você, aquariano, se não quiser cair na loucura e conhecer o verdadeiro inferno escorpiônico, reino das profundidades, procure jamais pensar em termos de " ajudar" a melhorar uma sociedade cujos pilares estão podres.
O verdeiro aquariano sempre se foca inusitado, e não na perpetuação daquilo que já não deu certo.
Nesse momento estamos exatamente na encruzilhada para escolher qual o caminho vamos tomar.
E a humanidade já deu o seu recado: Liberdade é o maior valor!
Que predominem os reais valores aquarianos: Igualdade, Fraternidade, Liberdade!

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

MERCÚRIO ENTRA EM ESCORPIÃO!
A verdade, somente a Verdade, nada mais que a Verdade!

Mercúrio entra em Escorpião!

Certo, os véus estão caindo, as verdades aparecendo mas tudo continua como dantes no quartel de Abrantes. 
A corrupção continua correndo solta, rios de sangue dos animais correm diariamente pelo planeta, bancos continuam com seus lucros bilionários e a população, ou usando frases " positivas" incitando o amor, a boa vontade e tudo aquilo que estamos todos enjoados de ouvir.
Não importa revanche ou vingança, o importante é que cessem as injustiças!

E então vem uma consciência crítica: será que eu mereço algum tipo de consideração, respeito e justiça enquanto estiver me deliciando com o sangue dos animais?
E quando eu digo que não consigo parar, estou admitindo que meu hedonismo é maior do que eu?
De que forma garanto meu pão e minha segurança?
Crio um problema para vender a solução?
Tiro minha subsistência do sistema que cria um problema para vender a solução?
Será que todas as queixas que tenho diante da barbaridade humana, que vão desde o envenenamento do meio ambiente, dos chemitrils, dos transgênicos, da corrupção, das guerras, das barbaridades cometidas contra as crianças e das notícias que vemos todos os dias... será que tudo isso não começa em mim?

Mercúrio em Escorpião, gente!
Qual a pílula prefere, a vermelha ou azul?
Não é muito mais fácil atribuir todos os desequilíbrios aos outros ao invés de olhar para mim? Isso é a pílula azul!

Mercúrio em Escorpião: Quando digo que o mal está no outro e não olho para mim mesmo, estou apenas projetando aquilo que é meu.
E, ao escolher a pílula azul sou conivente e participe de toda e qualquer barbaridade que acontece nesse planeta.
Todos tem o livre arbítrio mas a ninguém será permitido dizer que não sabia o que estava fazendo.
Canalização de Mercúrio através do Signo mais implacável e profundo que existe: Escorpião!
Namastê!