quinta-feira, 24 de abril de 2014

O ZEN E A EXPRESSÃO MARCIANA
MARTE

A mais elevada expressão da Consciência Marciana é a disciplina. E, ao contrário do que muitos imaginam, a disciplina liberta! Tudo o que  é necessário, é obter a disciplina uma vez. Uma vez adquirida, deixamos de ser escravos da mente, simples assim.
As mais altas expressões  da consciência Marciana são exatamente a Disciplina e a Precisão!
O Zen é a mais pura expressão Marciana.


Nos passaram um visão enganada sobre disciplina.
De fato, existem  pessoas que levantam todos os dias e dão seu tempo para uma firma ou entidade.
Isso não é disciplina, isso é escravidão!

Estamos falando, da verdadeira disciplina!

Uma hora de meditação em um dia, para um iniciante, ficar sem se mexer, com a espinha ereta, olhando a mente, equivale a um ano de exército!

Por que você não medita? Simplesmente porque não tem soberania sobre a própria mente. É a mente que protela, que diz que é difícil, que esquece, que dá desculpas.

Uma das poucas coisas na vida que depende unicamente de nós,  e que é absolutamente gratuito,  nos é oferecido generosamente pela vida e dizemos não.
Mesmo sabendo pelo menos intelectualmente que é a unica porta de libertação. Nada no mundo lá fora nos liberta, tudo  prende. E nunca ninguém nos ensinou, quando eramos criança, a olhar para dentro. Todo o estímulo foi para que olhássemos para fora! É necessário quebrar esse padrão de condicionamento, se queremos de fato acordar!
A verdade, é que a maioria é sonambúlica, embora não tenha condições de perceber isso, devido à identificação com a própria mente.

Se não temos comando sobre uma coisa tão simples, como podemos querer ter algum Poder Pessoal no mundo? Pessoas, trabalho, relacionamentos... tudo aparece como espelho e de forma dormente atribuímos aos outros, sem perceber que tudo é projeção?
Se não temos o Poder Pessoal sobre nós mesmos, como  ter algum poder  no mudo lá fora?
Sinta isso!
Magali Pierri